Parque Burle Marx

administrado pela Fundação Aron Birmann

Instrumento de gestão

PARQUES URBANOS


O CASO DO PARQUE BURLE MARX

A gestão de áreas verdes tem muitos desafios e grandes possibilidades de desenvolvimento, tanto econômicos, quanto relacionados a qualidade de vida das cidades. Com todas estas novas tendências, procurou-se neste trabalho fazer um recorte e aprofundar-se na gestão dos parques urbanos na cidade de São Paulo.

Abordamos então como estudo de caso a história do Parque Burle Marx – um parque municipal com gestão privada – e sua origem em um desenvolvimento urbanístico no bairro planejado do Panamby, em São Paulo. 

Paralelamente, foi examinado um caso conhecido em administração de parques, o Central Park, em Nova Iorque, justamente para levantamento de dados das condições que possibilitaram esse modelo de sucesso na gestão de parques. (RAQUEL DOMINGUES, 2016)


INDICADORES DE QUALIDADE PARA PARQUES URBANOS (IQPU)

Clique na imagem ao lado para fazer o download gratuito do IQPU realizado pela Raquel Pereira Domingues.

Estes indicadores são um instrumento de gestão pois permitem que os técnicos ambientais que fiscalizam os parques atribuam notas em suas vistorias aos parques. O resultado gera um ranqueamento anual dos parques que deve ser divulgado para os usuários. (RAQUEL DOMINGUES, 2016)


Instrumento de gestão de parques urbanos

Clique na imagem ao lado para fazer o download gratuito do Instrumento de gestão de parques urbanos: o caso do Parque Burle Marx, realizado pela Raquel Pereira Domingues.

*Obs: Ao entrar no site, clicar em Free Download


RAQUEL DOMINGUES

Diretora do Pq. Burle Marx

  • E-mail: raquel@fab.org.br
  • Telefone: (11) 3746-7631